Google+ Followers

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Sono - Maternal

Minha amiga Graça Borges trabalhou a música "O Sono" de Vilma de Macedo Soares, nossa querida Tia Vilma.

Ela se vestiu de criança e encenou a música. Simples, mas tem um resultado maravilhoso! 







O sono
Letra e música: Vilma de Macedo Souza

Quando já é
Hora de dormir,
O sono começa
Logo a chegar,
E eu me preparo
Para deitar.

Beijos meus pais,
Oro a Jesus
Ajeito a caminha
E apago a luz.
Fecho os olhinhos
E lá vou eu...

E o corpo de carne
Na cama adormeceu!

Espírito e perispírito
Vão onde querem ir,
O espírito eterno
Não precisa dormir.
Amanhã, bem cedinho,
Na hora de acordar,
Ordeno a meu corpo:

- Já, já, levantar!

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Ideias para aula sobre medo

Sugestão de perguntas para um diálogo inicial:

Quem já ouviu histórias que dão medo? Quem contou?
Quem já assistiu a filmes que dão medo? Quem estava com você?
Quem já ouviu histórias sobre os medos que as pessoa tem?
Quais palavras que quando ouvem vocês lembram do medo?
Quais são as coisas que vocês tem mais medo?
Como você fica quando está com medo?

O que você faz quando está com medo?

Explicar que todas as pessoas, inclusive os adultos, têm medo de algo; que os medos mudam com o passar do tempo, à medida que se cresce em tamanho e sabedoria; que é importante saber lidar com os medos que cada um tem.

Sugestão de dinâmica:

Usar uma caixa grande e seja alta, mas que permita que as crianças coloquem os braços até o fundo. Enfeitar, deixando-a bem colorida e atrativa. Colocar dentro, preso no fundo com uma fita adesiva, um pirulito de coração ou outra prenda que achar mais interessante. Colocar objetos diferentes, com texturas diferentes (Exemplos: um coador de plástico, uma escova de cabelo, uma folha de lixa, um pedaço de veludo ou camurça, algodão, plástico, grãos, esponja de banho, coisas macias e ásperas, mas tendo o cuidado para não colocar coisas que possam machuca-los). Quando a caixa estiver cheia o suficiente, pegue uma esponja de aço, abra bem fininho e coloque por cima, fechando a caixa.
A dinâmica consiste em cada um colocar a mão dentro da caixa e encontrar o pirulito. Como eles não sabem o que vão encontrar, alguns podem se negar a participar. Faça um suspense antes de começar. Fale sobre a importância da prece, da proteção de Jesus e da confiança que devemos ter ao enfrentar aquilo que nos amedronta, o desconhecido.

Sugestão para medo do escuro:


Imprimir uma lanterna, colorir e deixar o foco branco.



Modelo de lanterna usado para imprimir


Imprimir uma gravura em uma transparência e prender em uma cartolina preta.

Figura usada para impressão na transparência

Transparência presa na cartolina



Permitir que descubram cada detalhe da figura, usando a lanterna, reforçando que tanto no escuro quanto no claro, todas as coisas permanecem iguais, por isso não precisamos ter medo.




Sugestão de versinho para reforçar a importância da prece como luz em nossa vida: 



quarta-feira, 17 de junho de 2015

O que meu pensamento atrai?

Trabalhamos com a faixa etária de 5/6 anos, e procuramos falar sobre todos os temas do nosso programa, buscando sempre a melhor forma deles entenderem e adequando a forma e conteúdo da aula. 

Para falar sobre a importância dos nossos pensamentos, explicamos que pensamos o tempo todo e que o nosso pensamento funciona como uma “energia” que sai de nós e influência os nossos sentimentos, as nossas atitudes, afetando a nossa saúde espiritual. A forma como pensamos têm influência sobre as nossas emoções e os nossos comportamentos, pois a energia dos nossos pensamentos atrai outras energias parecidas, aumentando assim o que está nos influenciando. 

Para que entendessem como o nosso pensamento atrai as energias que estão em volta de nós, usamos um papelão grosso. Fizemos um círculo onde colamos um imã redondo, desses de artesanato, com duas polaridades, para que pudessem se atrair e se repelir.



    Colamos o desenho de um menino com um balão de pensamento em cada um dos lados do papelão.

Optamos por usar a cor amarela para a energia do pensamento bom

E a cor roxa para a energia do pensamento ruim.
    O imã ficou bem embaixo da nuvem de pensamento . 
    Fizemos três nuvens de pensamento que também tinham imãs colados nelas.

Um lado amarela - bons pensamentos

do outro roxa - pensamentos ruins

    Tivemos o cuidado de posicionar o imã nas nuvens de forma que a nuvem de pensamento bom do menino, atraísse as nuvens amarelas e repelisse as roxas; 


   e a nuvem roxa, repelisse as amarelas e atraísse as roxas. 


    Deixamos eles manusearem o material para sentirem a força de atração e de repulsão do imã para que tirassem suas próprias conclusões.
    Foi muito interessante ver a reação deles, porque além de ver como o pensamento é atraído e repelido, conseguiram perceber também a força que o nosso pensamento tem, pois um evangelizando resolveu colocar todas as nuvens ao mesmo tempo, para ver o que ia acontecer, depois observou que quanto mais pensamentos atraímos, mais difícil fica afastá-los, pois precisou fazer muito mais força para tirar as nuvens que foram atraídas pelo pensamento do menino. A medida que ele foi tirando, foi percebendo que não precisava fazer tanta força. 
    Foi muito bom o resultado da atividade, pois conseguiram visualizar como funciona a energia do pensamento e concluir que é muito importante vigiar nossos pensamentos e gerar energia boa.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Teatro de fantoches

Minha companheira do 1º Ciclo, Verônica Carvalhal, encomendou com a artesã Laura (96677-1160) esses lindos fantoches.

Ela contou a história de uma criança que está com preguiça de ir para a evangelização. 



Um espírito ignorante se aproxima e começa a influenciá-la a não ir.



A mãe tenta convencê-la a ir, mas a criança fica irredutível diante dos apelos da mãe. O espírito ignorante fica feliz, se gabando. 



Logo o anjo guardião se aproxima, envolvendo e dando bons conselhos. 



A criança muda de atitude e resolve seguir o conselho do Anjo e ir para a evangelização. Antes de sair pede a mãe para juntas fazerem uma prece de agradecimento.
 

segunda-feira, 15 de junho de 2015

O rádio da sintonia

Entrei no blog Pelos Caminhos da Evangelização, para olhar uma outra coisa e foi "por acaso" que encontrei o rádio da sintonia. Gostei muito e resolvi guardar o link. Como trabalhamos o tema influências, vibrações e sintonias agora dia 13/06/2015, resolvi usar a ideia e não é que foi um sucesso!!! 

Os evangelizandos amaram confeccionar e muitos pediram para fazer para levar um também para os familiares. A ideia foi usada na minha turma do jardim (5/6 anos) e também pelo primeiro ciclo (7/8 anos). Na minha turma fizemos um rádio grande para explicar a nossa sintonia.




E usamos potes de margarina para fazer o deles.


Cada evangelizando recebeu um desse



E depois de prontos ficaram assim
O 1º Ciclo utilizou caixas de leite, ficou muito legal!






Viu como uma ideia puxa outra? É muito legal essa troca, que permite novos recursos para uso em sala. 

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Boneco do perdão

Segue agora o boneco que usamos como atividade para a aula do perdão. Cada um coloriu o seu.


Após imprimir os bonecos, fizemos pequenos cortes na parte superior e inferior da boca e do coração, deixando entre os cortes espaço para a boca e a frase.


Cortamos as tiras e encaixamos nos cortes, assim as tiras puderam ser movimentadas mostrando que quando somos ofendido ficamos triste, mas...


ficamos felizes quando perdoamos.



quinta-feira, 4 de junho de 2015

Construindo um mundo melhor

Após a exibição do vídeo "Fé e Perseverança",  solicitamos aos evangelizandos para acompanharem a prece que foi feita por um dos evangelizadores, o objetivo foi que entendessem a eficácia da prece para o auxílio espiritual e refletissem sobre o que realmente é importante para nossa evolução.

Após a prece entregamos notas de dinheiro de brinquedo e figuras de bens representando a vaidade. Mostramos uma pedra, previamente confeccionada em argila, com corações dentro, contendo em cada coração uma das palavra do último parágrafo da história. Solicitamos que cada evangelizando batesse levemente com um martelo na pedra até quebrá-la, após quebrarem um evangelizador retirou os corações e distribuir aos evangelizandos. 

Questionamos qual dos três itens que tinham nas mãos, eles usariam para a construção de uma casa de auxílio. Após um diálogo resgatando a história, montamos uma casa colando os corações em um esboço já confeccionado com as palavras fé e perseverança como base da construção.




Qual a verdadeira riqueza?

Após a exibição do vídeo "Fé e Perseverança" , os evangelizando procuraram alguns itens que estavam escondidos na sala, com ajuda de pistas quente/frio. Quando todos os itens foram achados, colocamos tudo em cima da mesa, questionamos o valor e a utilidade de cada um: 
1) Um baú com ouro (barrinhas de papel dourado imitando o ouro);
2) Uma nécessaire com espelho, pente, batom e outros itens ligados a beleza;
3) Vários corações com as figuras de pessoas praticando o bem coladas.

Fazemos uma ligação entre os objetos encontrados e os desejos dos amigos da história e um breve resgate do vídeo exibido. 

Concluímos que, somente tendo fé em Deus e em Jesus, confiando que receberemos sempre o que é melhor para a nossa evolução espiritual e tendo perseverança para superar as dificuldades é que encontraremos as verdadeiras riqueza que levamos conosco para sempre e que vão nos ajudar na construção de um mundo melhor.

Colamos os corações com as boas atitudes em volta do planeta Terra.



O Barco - Atividade "Jesus acalma a tempestade"

Após o estudo da passagem em que Jesus acalma a tempestade, fizemos uma pequena maquete em bandeja de isopor, colando papel picado em tons de azul no fundo para representar o mar, colamos um barco e a figura de Jesus e três apóstolos. Não tenho fotos da maquete pronta.



quarta-feira, 3 de junho de 2015

O Morcego Salvador - atividade da história "A Salvação inesperada"

Após a exibição do vídeo da história "A Salvação Inesperada" do livro Pai Nosso - FCX - Meimei, confeccionamos morcegos usando rolo de papel higiênico encapado com papel glacê preto. Foi um sucesso!





Regras

Quando fazemos nossas regras procuramos sempre colocar mais permissões do que proibições. Esse é um exemplo das regras que são estabelecidas, sempre com a participação dos evangelizandos.