Google+ Followers

terça-feira, 28 de junho de 2016

JESUS

Esse é o nosso Jesus!



Atividade: Sermão da Montanha

A companheira Deise Nunes usou essa atividade quando trabalhou o Sermão da Montanha.


Uma figura do monte e outra de Jesus para colorir, depois cortar Jesus e colar no monte. 

Podemos pedir ao evangelizando para se desenhar ao pé do monte, ouvindo Jesus. 

Marta e Maria - bonecos para contar a história

A companheira Joelma Farias usou rolos de papel toalha para confeccionar esses bonecos e usar para contar a história de Marta e Maria.


Simples de fazer, podemos usar materiais fáceis de serem encontrados (rolo de papel toalha ou caixa de leite, retalhos de tecidos, TNT, papel colorido, etc...). Usando nossa criatividade os recursos surgem!

Atividades: Responsabilidade

ATIVIDADE PROPOSTA


RESPOSTA


A Arma Infalível













As figuras para ilustrar a história, recebemos da Marita Pianaro (http://maritapianaro.blogspot.com.br/), que compartilhou gentilmente com o nosso grupo de evangelização no yahoo. 

Eu me amo quando...

Segue abaixo figuras para trabalhar o tema amor a si mesmo. Entregamos ao evangelizandos para colorirem e montamos um mural em nossa sala.





O Cãozinho Bilu

Bilu é o nome de um dos cães de Paulinho. Ele é o menorzinho de todos os irmãos.

Toda tarde ele gosta de brincar no jardim.

Um dia ele viu um lindo pássaro que voava fazendo piruetas no ar!
Bilu pensou: "Eu quero ser como um passarinho para poder voar... voar... bem alto!"

E movimentou as patinhas como se fossem as asas de um passarinho e... não aconteceu nada!

O jabuti que estava ali bem perto, vendo tudo, falou bem man-sa-men-te:
- Você não pode ser passarinho. Você não tem asas para voar, não tem bico, nem pena!Não sabe nem fazer piu... piu... Você nasceu na família dos cachorrinhos e não na família dos passarinhos.

Mas Bilu não desistiu! Começou a catar gravetinhos e folhas secas para construir um ninho igual ao dos pássaros. "Quem sabe a mamãe-pássaro me confunde com um dos seus filhos e me ensina a voar?"- pensou Bilu.

A mãe do Bilu, avisada pelo jabuti da ideia do filho, foi encontrar seu filho.
- Meu filho, você não pode fazer parte da família dos passarinhos! Você não seria feliz!... Bilu quando o filhotinho quebra o ovo e nasce é muito fraquinho e precisa do calor da mãezinha e do ninho. A mamãe pássaro conhece as necessidades do seu filho, protege-o e cuida da sua alimentação dando para ele...

- Leite!- interrompeu Bilu lambendo os beiços.

- Não! Ele come bichinhos e minhoquinhas! - concluiu a mãe de Bilu

- Minhoquinhas! Argh! - disse Bilu, fazendo uma cara de nojo.

- Mas para o passarinho esta é uma refeição deliciosa! Você está vendo, meu filho? Todos nós somos colocados nas famílias de que necessitamos.

- Isso acontece em todas as famílias, mamãe?- perguntou Bilu.

- Sim. Mas a família das pessoas é ainda mais especial.

- Especial, por quê?

- Porque as pessoas devem se amar e ajudar umas as outras por toda a vida! Esse amor continua mesmo depois que os filhos crescem. Os filhos são presentes de Deus aos pais, que devem fazer com que eles sejam bons meninos e meninas. Então Bilu, você ainda, quer fazer parte da família dos passarinhos? - perguntou a mamãe.

- Não mamãe! Agora eu sei que todo mundo está na família certa- disse Bilu. E saiu alegre para brincar com seus irmãozinhos.

Nina, a tartaruguinha








sexta-feira, 24 de junho de 2016

Bingo do Amor ao Próximo

Cada evangelizando recebe uma cartela com cinco figuras representando atitudes de Amor ao próximo.

Exemplo de cartela

As figuras serão sorteadas, tirando de dentro de uma sacola e apresentando para a turma.
Figuras para sorteio

O evangelizando marca em sua cartela a figura correspondente, com pedaços de EVA colorido, quem completar a cartela grita BINGO, então terá que escolher um amigo e fazer com ele o que gostaria que ele lhe fizesse. 

O jogo termina quando todos tiverem preenchido suas cartelas.

Abaixo as outras cartelas que foram usadas na atividade.









O Credor Incompassivo

Antes de iniciar a história, explicar porque ela se chama “O credor incompassivo”. 
Credor é alguém que empresta dinheiro a outra pessoa.
Incompassivo é a pessoa que não tem compaixão, não tem piedade, não tem dó do outro.


Num lugar muito distante havia um reino governado por um rei muito sábio e justo. Esse rei oferecia aos seus súditos muitas oportunidades de progresso, pois além de manter escolas, hospitais, ainda emprestava moedas aos seus servos para que cultivassem a terra, comprassem máquinas, sementes e mudas, animais para criarem e outras tantas coisas que necessitassem para viverem bem.

Um dia o rei resolveu acertar as contas com os servos, para ver se eles estavam aproveitando da melhor forma tudo que lhes era oferecido. Começando a fazer as contas, foi-lhe apresentado um homem que lhe devia dez mil moedas. 

Como o servo não tivesse como pagar a dívida, o rei, seguindo a lei daquela época, ordenou que ele vendesse tudo o que possuía para pagar a dívida. Mas o homem tanto implorou que o rei, cheio de compaixão, perdoou-lhe a dívida e o deixou ir. 

Saindo do palácio, o servo encontrou um conhecido que lhe devia cem moedas. Sabem o que ele fez? 

Apesar de o devedor lhe implorar que tivesse compaixão, pois não tinha como pagar sua dívida naquele momento e lhe pedindo um prazo maior para o pagamento da dívida, ele não perdoou o conhecido, chamando um guarda para prendê-lo. 

O conhecido foi colocado na prisão, ficando o servo satisfeito da vida.
Vendo aquilo, um súdito que sabia que o rei havia perdoado aquele servo por uma dívida muito maior, correu para contar ao rei o que estava acontecendo. 

Mandando chamar à sua presença o servo, credor do conhecido, que tratara tão rudemente seu devedor, o rei lhe disse:
- Servo malvado! Perdoei-lhe toda aquela dívida porque me suplicou. Não devia igualmente você ter compaixão do seu companheiro, como eu tive de você?

E, indignado, o rei entregou o credor impiedoso aos guardas para que a lei fosse cumprida.

Assim, Jesus completou o ensinamento mostrando com essa história que seremos tratados como tratarmos nossos irmãos. Se não perdoarmos, não seremos perdoados. Se não amarmos, não seremos amados.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Alegria - Apresentação 3º Ciclo

Segue a apresentação preparada pela companheira Valéria Senna para aula "O Cantil da Alegria". Parte do trabalho do DVD a Grande Viagem com Terceiro Ciclo.